A OAK + as mulheres. 03 de Novembro de 2015, 00:01

Por Roberta Cajado.

Olá, somos a OAK.
Você pode estar se perguntando agora do porquê desse nome ou, talvez, o que viemos fazer aqui? Vou tentar explicar ... O básico dá para descobrir no site (vai lá no "Sobre a OAK" que você encontra). Mas o que lá não está dito, e que eu me peguei pensando esses dias, é:

Por que somos "a" OAK, assim, no feminino? OAK significa Carvalho, palavra masculina, oras. O nome veio da força, da maturidade, da beleza que essa arvore só atinge quando o tempo passa.  Mas, principalmente por ser árvore, que como já disse Arnaldo Antunes:

Cresce pra cima como as pessoas
Mas nunca se deitam
O céu aceitam
Crescem como as pessoas
Mas não são soltas nos passos
São maiores, mas
Ocupam menos espaço
Árvore da vida
Árvore querida.

Pensamos: Oras, mas Carvalho é uma árvore, palavra feminina. E carvalho não é carvalho sem ser árvore. E então assim começamos: apresentando uma maioria de artistas mulheres e ressaltando a importância delas no mundo criativo. Isso não significa a ausência de talentos masculinos. Só significa que volta e meia você vai conhecer artistas novas que também tem muito pra compartilhar.

Para celebrar esse lançamento da OAK, selecionamos aqui algumas das nossas artistas (e obras) preferidas. Espero que goste e volte pra ver as novidades.

Lygia Clark - Bichos
Lygia Clark - Bichos

Kiki Smith - Hail Full of Grace, the Lord is with Thee
Kiki Smith - Hail Full of Grace, the Lord is with Thee

 

Sophie Calle - The Wedding Dress
Sophie Calle - The Wedding Dress

Mira Schendel - Untitled
Mira Schendel - Untitled

 

Jenny Holzer - A Place in the Universe
Jenny Holzer - A Place in the Universe

Rivane Neuenschwander - The Silence of The Sirens
Rivane Neuenschwander - The Silence of The Sirens


Marilá Dardot - Azul, Manoel de Barros
Marilá Dardot - Azul, Manoel de Barros